Imprensa

Projeto de acesso à arte em comunidades carentes é destaque no 8° Congresso Mundial de Psicoterapia, em Paris

A iniciativa já beneficiou mais de 18 mil pessoas em 16 anos de atuação 

 

São Paulo, 08 de Agosto de 2017 – O PALCO – Projeto Para Arte, Lazer, Cultura e Orientação, um projeto social que amplia o acesso à arte, repertórios, horizontes e perspectiva de vida de crianças, jovens, adultos e idosos, em comunidades carentes de São Paulo, será apresentado, pela primeira vez, como exemplo para a transformação social no 8° Congresso Mundial de Psicoterapia, que acontece em Paris, de 24 a 28 de julho.

 

Além de atuar na formação em teatro, música, dança e artes visuais, a iniciativa promove experiências que fortalecem a relação do indivíduo com a arte, corroborando para o interesse e o apreço do público pela cultura. As atividades multidisciplinares do PALCO englobam rodas de conversa, corredor terapêutico, técnicas de psicodrama, entre outras, e são desenvolvidas por arte-educadores, pedagogos e psicólogos a partir de um diagnóstico da comunidade, que leva em consideração dados demográficos e de vulnerabilidade.

 

Segundo a psicoterapeuta Emília Afrange, presidente da Associação Brasileira de Psicoterapia (ABRAP), responsável pela apresentação no Congresso, por meio de uma metodologia que foca no amor a si próprio, ao outro (partindo da base familiar) e ao mundo, o PALCO torna seus participantes agentes modificadores da própria condição e protagonistas da transformação de suas comunidades. Leandro Oliva, especialista em Arte na Educação pela Universidade de São Paulo e idealizador do projeto, complementa: “A repercussão do evento poderá nos tornar referência para iniciativas públicas e da sociedade civil que tenham o objetivo de reduzir os indicadores sociais de vulnerabilidade”.

 

Mais de 18 mil pessoas já foram beneficiadas pelo projeto, que teve início em 2001, no Programa Social Vizinho Legal, da Roche, no Jaguaré. Em 2014, a iniciativa se tornou independente. Hoje, além da farmacêutica, conta com diversos parceiros e está presente em mais três bairros de São Paulo. “Na Roche, consideramos essencial participar do esforço para o estabelecimento de uma sociedade mais desenvolvida e socialmente justa. O Vizinho Legal visa apoiar iniciativas sociais para que elas se tornem autossustentáveis. O PALCO, com seus resultados e expansão, mostra que estamos no caminho certo com a nossa estratégia de responsabilidade social”, afirma Sarah Chaia, diretora da Divisão Jurídica, Compliance, Healthcare Compliance e Responsabilidade Social e líder do Comitê de Sustentabilidade da Roche Farma Brasil.

 

Para saber mais sobre o Projeto PALCO acesse: www.projetopalco.com.br.

 

cq5dam.thumbnail.500.500