Por dentro da Roche

Como nasce um medicamento

Pode passar mais de uma década desde a descoberta de uma molécula até ela se tornar um medicamento aprovado para o uso.

 

A criação de medicamentos tem uma série de etapas para garantir que eles sejam eficazes e seguros e envolve cientistas de várias áreas, como biólogos, químicos e médicos. Mas tudo isso só é possível depois que é identificado o mecanismo de funcionamento de uma doença e descoberta uma molécula capaz de influenciá-lo.

 

Fatores que podem dar início à criação de medicamentos: 

  •   Novas abordagens sobre o mecanismo de uma doença, o que permite projetar um medicamento que atue nele;
  •   Testes que revelam efeitos de compostos moleculares que podem ser benéficos no tratamento de problemas de saúde;
  •   Tratamentos já existentes que apresentam um efeito inesperado que pode ser útil para tratar alguma outra condição de saúde;
  •   Surgimento de novas tecnologias que permitem, por exemplo, levar uma substância até um local específico sem afetar o resto do organismo.
     

Pesquisa de novos medicamentos tem várias fases

Geralmente, milhares de moléculas são testadas até ser identificada uma com bom potencial para tratar algum problema de saúde. Depois que isso acontece, começa um longo processo de pesquisa até ela se tornar um medicamento aprovado. Esse processo se divide em pesquisa pré-clínica, que é feita em organismo vivos, e pesquisa clínica - que tem várias fases e é realizada utilizando pessoas voluntárias.

Criação de Medicamentos

Roche é líder em investimentos para a criação de medicamentos

A Roche é a empresa farmacêutica que mais investe no mundo todo em pesquisa e desenvolvimento - só em 2016, foram mais de 10,2 bilhões de dólares. No Brasil, no mesmo ano, a empresa investiu em pesquisa clínica 121,3 milhões de reais, impactando mais de mil pacientes.

 

Conteúdo relacionado no site da Roche

  •   Como descartar medicamentos

http://www.roche.com.br/home/farmaceutica/descartes-de-medicamentos.html

 

Referências