Por dentro da Roche

Na semana nacional de combate ao câncer, participe de debate online e junte-se à luta contra a doença. Conheça as ações da Roche

Bailarinas em pernas de pau promovem alerta contra o câncer no Senado Federal

Fanpage do Mulher Consciente, no Facebook, promove bate-papo com a jornalista Daiana Garbin sobre principais dúvidas sobre a doença e o universo feminino

Nesta semana, o Brasil reúne uma série de ações para conscientizar a população sobre o câncer, em razão do dia nacional de combate à doença, em 27 de novembro. De acordo com a Organização Mundial da Saúde, o câncer é responsável por 8,8 milhões de mortes no mundo todos os anos e, no Brasil, deve atingir cerca de 600 mil novos casos nos últimos dois anos (estimativa do INCA). Por isso, faz-se necessário o alerta: ainda é preciso divulgar mais informações sobre as formas de prevenção, o valor do diagnóstico precoce e os tipos de tratamento disponíveis. Acesso à saúde é chave neste contexto e também um compromisso da Roche.

Durante a semana, a companhia lidera uma série de ações para dar visibilidade ao tema e lembrar que a luta contra o câncer acontece no dia-a-dia:

 

Senado Federal recebe bailarinas com performance sobre o impacto da doença nas mulheres
28/11, 15h

No Salão Nobre do Senado, quatro bailarinas em pernas de pau - sob a liderança da atriz e educadora Raquel Poti, que representou o Brasil nas Olimpíadas de 2016 - convidarão o público a refletir sobre o câncer de mama, tipo mais incidente entre as mulheres no Brasil. Um profissional da saúde explicará a forma correta de fazer o autoexame das mamas, com material interativo, e a importância desse autocuidado na rotina feminina. Se descoberto no início, o câncer de mama tem mais chances de cura.

 

Live na fanpage do site “Mulher Consciente”, 29/11, 19h

O canal de conscientização em cânceres femininos da Roche recebe, no Facebook, convidadas especiais para uma discussão ao vivo: Daiana Garbin, jornalista e autora do portal Eu Vejo, comanda um bate-papo online com Dra. Carmita Abdo, psiquiatra e sexóloga, e Evelin Scarelli, criadora do blog Lenço Cor de Rosa e parceira da Oncoguia. Elas falarão sobre família, apoio psicológico, sexualidade, maternidade e amamentação, além de responder às perguntas de quem estiver assistindo. A fanpage do Mulher Consciente (mama, ovário e colo do útero) dissemina conteúdo sobre os tipos de câncer que mais afetam as mulheres e conta com mais de 230 mil seguidores.

 

Saiba um pouco mais: tipos de câncer mais incidentes entre os brasileiros

 

Na semana nacional de combate ao câncer, participe de debate online e junte-se à luta contra a doença. Conheça as ações da Roche

Fonte: estimativas do Instituto Nacional do Câncer, lançadas em 2016

 

Estilo de vida pode fazer a diferença para prevenção de alguns tipos da doença

Entre 30 e 50% de todos os casos de câncer podem ser evitados, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS). O estilo de vida e a adoção de hábitos mais saudáveis, que promovem equilíbrio, têm impacto positivo na redução do risco de desenvolver alguns tipos de câncer. Relembre alguns deles e saiba o que deve evitar:  

Fumo - o tabagismo é o principal fator de risco do câncer e pode causar a doença no pulmão, esôfago, laringe, faringe e rim.

Exposição ao sol – tomar muito sol é um fator de risco do câncer de pele. Portanto, evite o sol entre às 10h e 16h, use sempre protetor solar e o reaplique de duas em duas horas, mesmo em dias nublados. Procure cobrir o corpo e usar óculos escuros.

Alimentação – consuma alimentos que ajudam a prevenir a doença, como frutas, legumes, verduras, cereais integrais e feijões. Dê preferência para alimentos cozidos ou assados e evite comer frituras, muita carne vermelha, comidas gordurosas e também muito industrializadas, além de sal em excesso.

Bebidas alcoólicas – quanto mais você bebe, maior é o risco de desenvolver câncer em várias partes do corpo, como laringe, faringe, fígado, esôfago, mama e cólon.

Peso – estar acima do peso ou obeso também é fator de risco, que está associado a câncer em diversos órgãos, como estômago, fígado, intestino, mama, próstata e tireoide, entre outros.

Exercício físico – fazer diariamente trinta minutos de exercício leve ou moderado ajuda a controlar o peso, além de reduzir o risco de câncer de mama, de próstata, de cólon e de muitas outras doenças.

Sexo seguro –sempre use preservativo nas relações sexuais, seja vaginal, anal ou oral. O HPV é uma doença sexualmente transmissível e está relacionado com o câncer de colo de útero. E o HIV, com os cânceres do ânus, do fígado e do pulmão.

Exames – para detectar vários tipos de câncer, como de pele, cólon, colo do útero e mama. Faça com a regularidade recomendada pelo seu médico. Quanto mais cedo o câncer for descoberto, mais eficazes são os tratamentos.

 

Conteúdo relacionado no site da Roche

 

Referências