Por dentro da Roche

Roche realiza a quarta edição de evento educacional para residentes médicos em oncologia e hematologia

Getting Ready reúne especialistas para dividir experiências com jovens médicos, com o apoio de sociedades médicas de especialidades

Quais os desafios e perspectivas para um jovem oncologista no início de sua carreira? Como enfrentar a pressão e a ansiedade que a profissão pode gerar? Como dar uma notícia ruim ao paciente? Para contribuir com a formação de jovens médicos e auxiliá-los nessas e outras questões do início da carreira, a Roche Farma Brasil promoveu, entre 17 e 19 de maio em São Paulo, a quarta edição do Getting Ready - encontro que reúne cerca de 300 residentes do terceiro ano das especialidades de oncologia e de hematologia de diversas instituições de todo o Brasil.

 Chancelado pela Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica (SBOC) e pela Associação Brasileira de Hematologia e Hemoterapia e Terapia Celular (ABHH), o evento debate amplamente tópicos sobre orientação profissional e também atualizações científicas nas duas especialistades, para que estes jovens residentes experienciem o dinamismo da carreira médica, pautado por um número importante de inovações na ciência que surgem a cada dia.

 “O início da carreira profissional, seja qual for, gera sempre muitas dúvidas e o Getting Ready tem exatamente esta proposta: trazer informação para os futuros especialistas sobre a profissão, a necessidade de se manter sempre atualizado, caminhos de atuação possíveis, além de proporcionar uma troca única com médicos que são referências no país,” comenta Lenio Alvarenga, diretor médico da Roche Farma Brasil.

Nesta edição, entre outros especialistas, o Getting Ready contou com a participação do Dr. Denizar Vianna, abordando o panorama da saúde no Brasil; Dr. João Paulo Nogueira Ribeiro, que apresentou o projeto filantrópico Horas da Vida; e o Dr. Daniel Cubero, que convidou os jovens para um bate-papo engajador sobre a saúde mental e o estado de ‘burn out’ que pode ocorrer entre os médicos.

“É papel da Roche contribuir para a formação e atualização dos jovens profissionais. Ao final do dia, o objetivo comum de todos nós, profissionais da saúde, é disponibilizar a melhor solução para as necessidades dos pacientes – isso passa pelo trabalho de entender a inovação e também discutir caminhos para ampliação de acesso à saúde,” complementa Alvarenga.