Farmacêutica

Nem todo tumor é câncer

Tumores benignos crescem devagar e de forma limitada; já os tumores malignos, em geral, crescem rápido e tendem a ser invasivos

Apesar dos tumores algumas vezes serem cancerígenos, tumor e câncer não são sinônimos. Tumor se refere a um crescimento celular anormal em qualquer parte do corpo. Nem sempre, entretanto, esse aumento de volume corresponde a um câncer. Há tumores benignos, que não são câncer, tais como certas lesões na pele, alguns tipos de pólipos no intestino e miomas. Eles crescem de forma lenta, organizada, e têm limites bem definidos 1.

488635633

Já os tumores malignos (ou cancerígenos) acontecem quando uma célula do organismo passa a se replicar de maneira desordenada e descontrolada. Esses tumores, em geral, crescem rapidamente e podem se espalhar pelo corpo, invadindo tecidos vizinhos. Nesses casos, o tumor é chamado de câncer 2.

O tratamento dos tumores benignos é realizado, na maioria das vezes, por meio de cirurgia. O médico retira todo o tumor e, em geral, isso resolve o problema, curando o paciente.  No caso dos tumores malignos, o tratamento pode seguir a linha tradicional, com radioterapia, quimioterapia e, eventualmente, cirurgia. Em muitos casos pode-se adotar, também, a imunoterapia, que usa o próprio sistema imunológico do paciente no combate ao tumor. Quanto mais cedo se descobre o tumor maligno, e quanto mais adequado é o tipo de tratamento, maiores são as chances de cura 2, 3.  

 

Referências

1 INCA. Perguntas e respostas sobre o câncer. Disponível em http://www1.inca.gov.br/conteudo_view.asp?id=83.

2 Hospital Albert Einstein. Câncer benigno e maligno. Disponível em https://www.einstein.br/noticias/noticia/cancer-benigno-maligno

3 Redação M de mulher/Revista Saúde. Quais as diferenças entre tumores benigno e maligno? Disponível em http://saude.abril.com.br/bem-estar/quais-as-diferencas-entre-os-tumores-benigno-e-maligno/