Texto por: Raquel Prazeres
 

Revisão e supervisão médica: Dr. Breno Álvares de Faria Pereira | CRM–GO: 6128
Reumatologista e pediatra; ex-fellow researcher de Reumatologia do Children’s Hospital of Philadelphia (EUA); mestre pelo IPTSP-UFG; professor assistente da Faculdade de Medicina da UFG

 

O Dia Mundial da Artrite Reumatoide (AR), comemorado no dia 12 de outubro, tem por objetivo, principalmente, promover os direitos dos pacientes na sociedade e chamar  atenção para a doença, proporcionando a conscientização. Estima-se que a AR atinja aproximadamente 0,5% a 1% da população mundial, com taxa de incidência de duas a três vezes maior em mulheres acima de 40 anos1.

Trata-se de uma doença crônica, responsável por causar dor, inchaço e rigidez constantes, além da redução da mobilidade nas articulações. Quando não tratada adequadamente e a tempo, pode levar a consequências indesejadas, como perda da capacidade para o trabalho e até dificuldades em realizar as tarefas cotidianas mais simples, como alimentar-se, vestir-se e tomar banho2.

Por sua frequência e relevância médica e social, a artrite reumatoide é uma das doenças reumatológicas inflamatórias mais importantes. Pensando nisso, trouxemos algumas informações relevantes sobre a doença com intuito de instruir, sem mitificar. Confira!

 

 

Referências:

  1. Nagayoshi BA et al. Artrite reumatoide: perfil de pacientes e sobrecarga de cuidadores. Ver Bras Geriatr Gerontol. 2018;21(1):44-52.
  2. Sociedade Catarinense de Reumatologia. A conscientização sobre a artrite reumatoide [Internet]. Acessado em: 14 ago 2020. Disponível em: https://screumatologia.com.br/a-conscientizacao-sobre-a-artrite-reumatoide.
  3. Sociedade Brasileira de Reumatologia (SBR). Artrite Idiopática Juvenil [Internet]. Acessado em: 14 ago 2020. Disponível em: https://www.reumatologia.org.br/doencas-reumaticas/artrite-idiopatica-juvenil
  4. Vaz AE et al. Perfil epidemiológico e clínico de pacientes portadores de artrite reumatoide em um hospital escola de Medicina em Goiânia, Goiás, Brasil. Medicina (Ribeirão Preto). 2013;46(2):141-153.
  5. Sociedade Brasileira de Reumatologia (SBR). Cartilha de orientação de Artrite Reumatoide: cartilha para pacientes [Internet]. Acessado em: 14 ago 2020. Disponível em: https://edisciplinas.usp.br/pluginfile.php/2541198/mod_resource/content/1/Cartilha_artriteReumatoide.pdf
  6. Osthoff AKR, Niedermann K, Braun J et al. 2018 EULAR recommendations for physical activity in people with inflammatory arthritis and osteoarthritis. Ann Rheum Dis. 2018;77(9):1251-1260.
  7. Comissão de Reumatologia Ocupacional, Sociedade Brasileira de Reumatologia. A Previdência Social e as Enfermidades Reumáticas [Internet]. Acessado em: 14 ago 2020. Disponível em: https://www.reumatologia.org.br/orientacoes-ao-paciente/a-previdencia-social-e-as-enfermidades-reumaticas
  8. Jornal Contábil. Conheça todos os direitos das doenças reumáticas [Internet]. Acessado em: 14 ago 2020. Disponível em: https://www.jornalcontabil.com.br/conheca-todos-os-direitos-das-doencas-reumaticas