Media Release

São Paulo, 31.03.2022

Inscrições abertas para o Prêmio Roche de Jornalismo em Saúde 2022

Décima edição do prêmio é marcada pela renovação de categorias e a reafirmação da importância do jornalismo especializado na América Latina

 

São Paulo, 31 de março de 2022 – Há nove edições, o Prêmio Roche de Jornalismo em Saúde tem sido uma plataforma relevante para reconhecer a excelência e a qualidade da cobertura jornalística da saúde na América Latina. Em meio aos desafios exigidos pelo dinamismo de apurações e novos cenários, em 2022, a premiação chega à sua décima versão marcada por uma renovação que colabora para a consolidação de uma comunidade de jornalismo especializada. O intuito é fomentar e contribuir para novas visões e abordagens sobre saúde, acompanhando e apoiando jornalistas da região a partir da troca de experiências. Para iniciar este décimo ano, as inscrições para o concurso estarão abertas de 28 de março de 2022, às 11h da Colômbia (-5 UTC), até 27 de junho de 2022, às 12h de Colômbia (-5 UTC).

O Prêmio Roche, uma iniciativa da Roche América Latina e da Fundação Gabo, apresenta novos temas para exaltar não apenas o jornalismo de saúde e ciência, mas também a cobertura que aborda essas questões a partir de seu impacto econômico, político e social, com práticas mais humanas, inclusivas e inovadoras. Neste ano, os trabalhos jornalísticos devem se enquadrar numa destas três categorias: Jornalismo Sonoro, Jornalismo Digital e Cobertura Diária (séries de conteúdo pubicadas em todos os tipos de mídia: impresso, audiovisual, sonoro e digital).

Em Jornalismo Sonoro será reconhecido o trabalho com a melhor linguagem sonora produzida e veiculada em programas de rádio por emissoras, redes legalmente constituídas ou em plataformas digitais em qualquer país da América Latina; em Jornalismo Digital, o prêmio será concedido ao melhor trabalho produzido e publicado em meios e ambientes digitais de todos os tipos e de qualquer país da região; e na Cobertura Diária, será avaliado o trabalho que melhor se enquadrar como referência de aprofundamento jornalístico, explicação e acompanhamento de questões que surgem da situação cotidiana. Saiba mais nas Bases do Prêmio Roche.

Entre os critérios que serão avaliados pela Secretaria Técnica do Prêmio, estão: qualidade narrativa; tratamento contextualizado e com domínio técnico do tema; foco socialmente relevante ao setor de saúde; reportagem, investigação próprias e completas; independência e valores éticos profissionais refletidos no trabalho e diversidade geográfica. Os trabalhos finalistas de cada categoria serão de meios de comunicação de diferentes países.

 

Uma edição para expansão

“A décima edição do Prêmio Roche será muito especial, celebrando o momento em que nos comprometemos a nos reencontrar e oferecer aos colegas da região mais e melhores oportunidades para expandir uma comunidade comprometida com o jornalismo, que olha de forma integral a saúde na região, com base em sua relação com áreas como economia, política, ciência, tecnologia e, principalmente, como tudo isso se reflete na vida das pessoas. É uma oportunidade positiva, que nos lembra o valor do jornalismo como serviço público”, diz Miguel Montes Camacho, diretor de Jornalismo da Fundação Gabo.

Desde sua primeira edição, o Prêmio Roche foi enquadrado não apenas pelas categorias em competição, mas também por seis temas. Este ano, a lista foi atualizada para ampliar o alcance do jornalismo em saúde, começando pela agenda de notícias na América Latina. Ao se inscrever no concurso, o profissional deve levar em consideração esta lista de tópicos, pois seu trabalho jornalístico deve estar focado em pelo menos um destes:

 

  • Desafios dos cuidados de saúde;
  • Doenças não transmissíveis e de baixa prevalência;
  • Inovações para os cuidados de saúde;
  • Reformas políticas para melhorar os cuidados de saúde;
  • Mulheres e saúde;
  • Ações comunitárias para a saúde. 

 

Realizadora do Prêmio em parceria com a Fundação Gabo, a Roche reforça o valor da divulgação de informação de qualidade para conscientizar a sociedade sobre doenças, acesso à saúde e o funcionamento do ecossistema no Brasil e no mundo. Fernando Giannoni, Líder de Relações Públicas e Comunicações da Roche América Latina, reconhece a relevância da premiação para o cenário da saúde. "A décima edição do Prêmio Roche de Jornalismo é uma oportunidade para continuar reconhecendo o talento, dedicação e trabalho investigativo de jornalistas que deram luz a os temas mais relevantes em ciência e saúde na América Latina. Nesta edição, o prêmio não só apresentará uma nova imagem, mas também ampliará sua abrangência para novos públicos e temas, representando o compromisso renovado da Roche em continuar promovendo a excelência e o rigor no exercício jornalístico, divulgando histórias de diferentes perspectivas. Este é um esforço inestimável que torna visíveis os desafios e soluções para melhorar a saúde, com potencial para promover mudanças que beneficiem toda a sociedade”, afirma.

 

Retorno ao presencial

Após dois anos de virtualidade completa, os vencedores desta edição do Prêmio Roche poderão celebrar em uma cerimônia de premiação presencial, o país anfitrião ainda será definido pela empresa. Em novembro, finalistas, organizadores e júris estarão juntos novamente para destacar o melhor do jornalismo. Trata-se de um esforço conjunto da Roche América Latina e da Secretaria Técnica da Fundação Gabo, por meio do qual, até o momento, foram homenageados 50 jornalistas e equipes de jornalistas da região, incluindo vencedores de categorias e menções honrosas em uma comunidade de cerca de 4 mil profissionais.

 

Fatos para lembrar

Há 10 anos, o Prêmio Roche permite apresentar o melhor do jornalismo em saúde da América Latina por meio dos trabalhos inscritos. Estes devem ter sido originalmente transmitidos em espanhol e português, abordando questões de saúde de acordo com os temas estabelecidos. Nesta ocasião, as obras a serem inscritas devem ter sido veiculadas ou publicadas pela primeira vez entre 1º de janeiro de 2020 e 31 de dezembro de 2021.

A inscrição para a décima edição do Prêmio Roche deve ser realizada pelo site http://www.premiorochedeperiodismo.com, entrando na plataforma de inscrição e preenchendo todos os campos disponíveis. Em dez anos de existência destacamos o trabalho individual de jornalistas da região, mas também o trabalho de equipes que incluem designers gráficos, cinegrafistas, fotojornalistas, editores, entre outros. Essas colaborações são cada vez mais comuns em aplicativos, com histórias feitas até mesmo transnacionalmente, por diferentes mídias. É por isso que ao se inscrever, o participante pode incluir um trabalho individual e um trabalho coletivo, mas não sem antes revisar as Bases do Prêmio Roche.

Após o encerramento da chamada, em 27 de junho de 2022, será iniciado o processo de avaliação, seguindo três rodadas: uma técnica, uma para a seleção dos pré-jurados e uma última com os júris de cada categoria e orientadores para o menção de honra especial.

    

Outros reconhecimentos

Este ano o prêmio voltará a destacar o trabalho que melhor desenvolve a abordagem do jornalismo de soluções por meio de uma menção honrosa (entregue pela primeira vez em 2020), que busca promover a produção de matérias jornalísticas que investigam, narram e explicam em profundidade as respostas que instituições, comunidades e pessoas estão desenvolvendo diante dos desafios, problemas e lacunas da saúde na América Latina

Além disso, em cada categoria será concedida uma menção honrosa ao trabalho com a melhor abordagem no tema “Desafios em saúde”. As peças jornalísticas registradas com este tema como principal serão indicadas ao reconhecimento por padrão. Se inscreva no Prêmio Roche 2022.

 

Para vencedores, finalistas e menções honrosas 

Pela segunda vez, o vencedor de cada categoria (no caso de trabalho coletivo, a equipe deve escolher um delegado) receberá bolsa de até US$ 5.000 dólares (menos comissões bancárias) para formação acadêmica em cursos, especializações e mestrados. Os finalistas de cada uma das categorias em competição na décima edição receberão uma medalha e um diploma, assim como os vencedores e os autores que receberem menções honrosas.

 

Sobre a Fundação Gabo

É uma instituição criada pelo jornalista colombiano e ganhador do Prêmio Nobel de Literatura, Gabriel García Márquez. Desde 1995, realiza workshops, recebe prêmios, bolsas, publica e lidera iniciativas para transmitir às novas gerações o sonho de Gabo de fazer o melhor jornalismo do mundo: independente que busca investigar, decifrar e explicar com rigor os fatos realidade, ética e criativa, para que os cidadãos estejam mais bem informados. Para mais informações ou para tirar dúvidas sobre a nona edição do Prêmio Roche, entre em contato pelo e-mail: [email protected]