Segundo o Censo do IBGE, mais de 45 milhões de brasileiros possuem algum tipo de deficiência. No Brasil, 70% das pessoas com deficiência estão aptas a trabalhar, mas apenas 0.89% consegue entrar no mercado de trabalho formal. 

 

O capacitismo e a falta de políticas públicas de inclusão ainda são uma realidade no nosso país. Levando em consideração este cenário, foi instaurada em 2015 a LBI (Lei brasileira de inclusão da pessoa com deficiência) que tem como objetivo assegurar e promover, em condições de igualdade, direitos fundamentais para as pessoas com deficiência, visando a sua inclusão social e cidadania. Este foi um importante avanço para a causa, mas ainda é imprescindível que empresas e profissionais estejam atentos ao desenvolvimento e a inclusão genuína de pessoas com deficiência no ambiente profissional.

 

Pensando nisso, na Roche, um grupo voltado a discutir a inclusão de pessoas com deficiência foi formado por colaboradores em 2017. A frente PERSON, um acrônimo de People, Empowerment, Respect, Stories, Opportunity & Network, nasceu para que as questões relativas às pessoas com deficiência sejam debatidas com maior intencionalidade, tanto entre lideranças quanto entre as áreas responsáveis pela contratação e contínuo desenvolvimento desses colaboradores.

 

Os colaboradores Felipe Ferreira, Gerente de Supply Chain e Roberta Ramalho, Analista de Serviços Técnicos, líderes da frente, contam um pouco sobre suas experiências trabalhando com diversidade na Roche:

 

“Comecei minha jornada de Diversidade & Inclusão na fábrica da Roche no Rio de Janeiro, onde fui o gestor de um colaborador PCD e também exerci a função de Embaixador de D&I. Quando migrei para o escritório de São Paulo comecei a liderar a frente PERSON. Foi por meio dessas experiências que consolidei minha crença de que empatia e respeito são bases primordiais para o nosso desenvolvimento como indivíduos mais inclusivos." - Felipe Ferreira, líder PERSON.

 

“Na frente, me sinto em um ambiente diverso. Somos muitas vozes juntas falando de assuntos semelhantes. Sinto acolhimento e um respeito genuíno que me deixa segura para me expressar, à disposição para ouvir o que todos têm a dizer e comunicar claramente o valor do grupo.” - Roberta Ramalho, líder PERSON.


A Roche tem investido em ações práticas para aumentar constantemente a acessibilidade física e digital para os PCDs, implementando uma governança que cuide sempre desse propósito para os nossos pacientes, colaboradores, membros e aliados; sabemos que temos um longo caminho a percorrer para que a acessibilidade e a inclusão se torne parte genuína do nosso negócio, por isso, a frente PERSON nos ajuda a trilhar novos caminhos e planejar um futuro melhor.