Colaborando com o avanço da pesquisa clínica em meio à pandemia

Prezando pela continuidade do desenvolvimento de novas terapias, a Roche adotou diversas ações de apoio à pesquisa clínica no Brasil

 

Antes de ser aprovado para uso terapêutico, um medicamento passa por criteriosos estudos científicos que comprovam sua eficácia e segurança. Uma das fases desse processo de investigação é a chamada pesquisa clínica (também conhecida como estudo clínico ou ensaio clínico), na qual os fármacos passam a ser estudados em pessoas para possibilitar a avaliação de reações no organismo humano.

 

Essa fase de testes ocorre após os medicamentos terem sido analisados em laboratório e aprovados na etapa de testes pré-clínicos e é parte fundamental no processo de comprovação da efetividade da droga. É ainda na fase da pesquisa clínica que são estudados os níveis de dosagens eficazes para auxiliar no combate à doença e possíveis efeitos colaterais causados nos voluntários.

 

A Roche reconhece a importância dos estudos clínicos, não apenas no processo de aprovação e regulamentação de novos fármacos, como também na ampliação do leque de possíveis intervenções terapêuticas para seus pacientes. Por isso, trabalha em parceria com quase 100 Centros de Pesquisa Clínica do Brasil.

 

Em 2019, a empresa investiu em 70 novos estudos moleculares, que possibilitaram o acesso a tratamentos inovadores para mais de mil pacientes no Brasil. Além disso, recebeu 27 indicações em estudos para diversas áreas, como alzheimer, doença de crohn, hemofilia A, artrite reumatoide, esclerose múltipla e cânceres de fígado, pulmão e mama triplo negativo.

 

Frente à pandemia do novo coronavírus não foi diferente: a Roche uniu forças e trabalhou na implementação de diversas iniciativas. Aos pacientes voluntários nas pesquisas clínicas, ofereceu um serviço privado de locomoção da residência até o Centro de Pesquisa para o tratamento da patologia, diminuindo, assim, os riscos de contaminação no trajeto. Além disso, pensando na saúde mental de todos, foi disponibilizada uma plataforma de telemedicina para consultas com psicólogos e especialistas na área.

 

A Roche, também, se tornou patrocinadora da plataforma Tummi Coronavírus, que oferece gratuitamente serviço de teleconsulta a pacientes com suspeita de infecção por COVID-19. E, desde o início da pandemia, tem realizado diversos webinars e podcasts com especialistas sobre o assunto para esclarecer possíveis dúvidas. 


Essas medidas de apoio durante a pandemia, somadas às iniciativas e parcerias com Centros de Pesquisa, fortalecem o propósito da Roche de potencializar o desenvolvimento de novos medicamentos e oferecer aos pacientes tratamentos cada vez mais eficazes.


Para saber detalhes de todas as iniciativas e ficar por dentro do assunto, acesse o Portal de Pesquisa Clínica e a página do site!