Melanoma

Você sabia que um a cada três cânceres é um câncer de pele?

 

O câncer de pele é o mais frequente no Brasil, sendo que apenas 3% dessas neoplasias malignas são melanomas. O tipo melanoma tem origem nas células responsáveis pela produção de melanina e é o mais grave devido a alta possibilidade de metástase - quando há a disseminação do câncer para outros órgãos. Sendo rapidamente detectado, apresenta grandes chances de cura, mas quando descoberto tardiamente, pode ser complexo para tratar e até mesmo fatal.

 

 

Melanoma: a palavra melanoma vem de melanose. É a antiga palavra grega que significava preto, ou pigmentação escura que é característica da condição.

Você sabia que ocorrem mais casos de câncer de pele em decorrência de bronzeamentos artificiais do que os casos de câncer de pulmão devido ao tabagismo? E que em média, a cada 53 minutos uma pessoa morre de melanoma?

 

 

Como prevenir? 90% dos cânceres de pele são evitáveis. A principal forma de prevenção é evitar a exposição solar em horários em que os raios UVA e UVB são mais intensos, sempre usar filtro solar e verificar os sinais ABCDEs (assimetria, borda, cor, diâmetro e evolução) em sua pele.

Dado o diagnóstico, o tratamento mais indicado é a cirurgia. Atualmente a gama de opções para terapias está aumentando, recentemente houve mais inovação na tratativa do câncer do que nos últimos 30 anos. A radioterapia e quimioterapia também são utilizadas dependendo da fase, já quando há metástase existem novos medicamentos com grandes índices de sucesso terapêutico.