Roche OPEN: as suas cores são a nossa bandeira!

Quando falamos sobre construir um ambiente de trabalho cada vez mais saudável e produtivo a todos, estamos automaticamente falando também sobre diversidade e inclusão, temas prioritários na companhia. 

 

Pensando nisso, a frente Out, Proud and Equal Network – OPEN foi lançada em 2017 não apenas para atender as dores da comunidade LGBTQIA+ dentro da Roche, mas principalmente para promover a conscientização desta causa tão abrangente dentro e fora da empresa.

 

Ainda que tenhamos esses embaixadores, acreditamos que colaborar para alcançarmos um mundo mais igualitário e justo é responsabilidade de todos. Neste mês, as frentes do OPEN das diversas afiliadas da Roche estruturaram uma campanha virtual reforçando a importância de todos usarem suas vozes para dar visibilidade ao tema. A mensagem “Be proud, be brave.... Be you” busca transmitir que estamos juntos e somos orgulhosos de nossas cores, bandeiras e histórias.

 

Essa união nos ajudou a alcançar um marco histórico para a Roche: nosso logo ganhou as cores do arco-íris, mostrando que o orgulho sempre foi e continuará sendo uma demonstração de amor e igualdade. Outra conquista extremamente importante para nós foi o ingresso na lista de empresas comprometidas com os padrões de conduta das Nações Unidas no combate à discriminação contra lésbicas, gays, trans e intersexo. 

 

Atualmente, a frente conta com squads divididos em três pilares: ecossistema, cultura e desenvolvimento. 

 

"Precisamos enxergar os desafios e dores da comunidade LGBTQIA+ como coletivos, e não individuais. Sob essa ótica, entendemos que apenas a organização e a ação coletiva das pessoas, sejam elas LGBTQIA+ ou não, podem trazer mudanças concretas para a Roche e para a sociedade. Não basta apenas desejar pela mudança, é necessário agir ativamente em prol dela, e não há como mudar o status quo sem se questionar sobre si mesmo. Assim, os primeiros passos para ser um aliado são: se importar, agir e mudar.", contam Vinicius Festrati e Renan Machado, líderes de um dos squads da Frente OPEN.

 

Reconhecemos os avanços e comemoramos cada um deles, mas sabemos que ainda temos um longo caminho a trilhar. Embora a aderência ao tema seja cada vez mais recorrente no Brasil e no mundo, vivemos em uma enorme desigualdade que impacta severamente o grupo LGBTQIA+.

 

Luta por direitos e resistência pela vida

No dia 28 de junho é comemorado o Dia do Orgulho LGBTQIA+, graças ao que ficou conhecido como a Rebelião de Stonewall, episódio ocorrido em 1969 em Nova Iorque, marcado pela reação dos grupos LGBTQIA+, por mais de duas noites, à perseguição da polícia. No ano seguinte, deu início a 1ª parada do orgulho LGBTQIA+. 

 

 

Lgbtqia+

 

Espalhe esse tema nos espaços que você ocupa e vamos ampliar a nossa rede aliada!