Uma conversa sobre inspiração, desafios e muita determinação

Conheça Laura Detomini, uma entusiasta de inovação e transformação

Laura Nagle Detomini tem 33 anos e trabalha na Roche desde 2015. Em sua trajetória na empresa, atuou por quase cinco anos em comunicação e no fim de 2019 assumiu o desafio de liderar a área de Inovação. Além disso, Laura atua na frente de Equidade de Gênero da Roche - tema com o qual é engajada há anos. Mas, vamos pelo começo de sua carreira.

 

Muito antes de entrar na Roche, ainda sem saber qual profissão escolheria, Laura sabia que sua futura ocupação seria permeada pelo relacionamento com pessoas. Já na graduação de Administração, recebeu uma proposta de estágio que apontava para o seu futuro como comunicóloga. Na indústria química, na qual trabalhou por seis anos, teve grandes oportunidades de aprender sobre o universo da comunicação. A mudança para a Roche, em 2015, a introduziu a um mundo totalmente novo da indústria farmacêutica.

 

Laura sempre desejou aprender e tudo que a desafie é sempre bem-vindo. “Eu gosto da sensação de desconforto quando trabalho com um tema totalmente novo e gosto mais ainda do orgulho que sinto depois de aprender”, afirma.

 

O grande apreço por desafios, com certeza, a conduziu para a posição que ocupa hoje. Laura é nossa Gerente de Inovação. Foi preciso coragem para deixar a área de comunicação, mas muitas coisas pesaram na balança e a ajudaram na decisão: gostar da temática de inovação e transformação, e atuar em uma área totalmente nova, desenvolvendo novas habilidades, foram alguns dos motivadores. Mas, como equilibrar a mudança com as demandas pessoais e a maternidade, que chegou em 2017, com a pequena Isabela?

 

Para ela, é simples: não equilibrando. “Na verdade, meu desejo não é que tudo esteja sempre equilibrado. Sinto que é preciso admitir que em alguns momentos damos mais foco em uma área da nossa vida, por exemplo, o nascimento de um filho, e depois focamos mais no trabalho, e em seguida focamos nos estudos, e meu maior desafio é entender qual lado precisa de mais atenção em cada momento”, completa.

 

Ela também ressaltou que só é possível encarar a jornada desta forma pela preocupação que a Roche tem com seus funcionários, "a empresa realmente pensa no colaborador e investe no nosso bem-estar", e por contar com a parceria do marido Giovanni e de sua rede de apoio - família e amigos. Laura conta que assim que retornou de sua licença maternidade, sentiu que era necessário se dedicar mais à sua filha, flexibilizando seus horários de trabalho e adaptando sua rotina. Por outro lado, quando assumiu a nova posição em inovação foi necessário dedicar mais horas aos novos compromissos, investir tempo para aprender, e tudo isso só foi possível com muita parceria, seja na empresa ou em casa.

 

Uma grande prova disso é a quarentena que estamos enfrentando em decorrência da COVID-19. O trabalho na Roche e as atribuições em casa agora se misturam, o momento é delicado, manter a energia alta e fazer a roda girar é um desafio - e por isso ela segue atenta ao que é prioridade a cada dia.

 

Para o futuro, ela deseja continuar construindo um caminho do qual possa se orgulhar, trabalhando com pessoas com quem ela se inspira, aprendendo sempre, e incentivando a pequena Isabela a tornar-se, também, uma pessoa apaixonada por novos aprendizados e com coragem para abraçar desafios.

 

Histórias como a de Laura nos motivam a continuar trabalhando para proporcionar aos pacientes mais qualidade de vida e saúde. O nosso muito obrigada a Laura e tantos outros colaboradores por compartilharem suas histórias e, mais do que nunca, seguirem firmes com o compromisso de fazer agora o que os pacientes precisarão amanhã.